{"metadata":{"image":[],"title":"","description":""},"api":{"url":"","auth":"required","params":[],"results":{"codes":[]},"settings":""},"next":{"description":"","pages":[]},"title":"Instalando a Dito","type":"basic","slug":"instalando-a-dito","excerpt":"","body":"Para facilitar a integração da sua aplicação com a Dito, construimos algumas SDKs nas seguintes linguagens:\n\n#### Web:\n* [JavaScript](doc:javascript-sdk) SDK\n* [Ruby Gem](doc:ruby-gem) SDK\n* [PHP](doc:php-sdk) SDK\n\n#### Mobile:\n* [iOS](doc:ios-sdk) SDK\n* [Android](doc:android-sdk) SDK\n[block:callout]\n{\n  \"type\": \"warning\",\n  \"title\": \"Não encontrou a linguagem que você usa na lista acima?\",\n  \"body\": \"Não se preocupe, você ainda pode usar a nossa [Rest API](doc:rest-api).\"\n}\n[/block]\n### Open VPN\n\n#### Instale a versão 2 do OpenVPN\n\nDownload aqui: https://openvpn.net/download-open-vpn\n\nSiga o passo a passo de instalação para seu sistema operacional presente no site acima.\n\n#### Gerar chave estática\n\nDigite o comando abaixo para gerar a chave que será armazenada no arquivo “secret.key”. Essa chave será utilizada tanto pelo cliente quanto pelo servidor para realizar a conexão.\n\n\n[block:code]\n{\n  \"codes\": [\n    {\n      \"code\": \"#linux openvpn --genkey --secret secret.key\\n#windows openvpn.exe --genkey --secret secret.key\",\n      \"language\": \"shell\"\n    }\n  ]\n}\n[/block]\n#### Arquivo de configuração do servidor\n\nSalve o arquivo abaixo no seu servidor com o nome `server.ovpn` na mesma pasta onde você colocou o secret.key gerado anteriormente\n\n[block:code]\n{\n  \"codes\": [\n    {\n      \"code\": \"dev tun\\nifconfig 10.8.0.1 10.8.0.2\\nsecret secret.key\\ncomp-lzo\\n\\nkeepalive 10 60\\nping-timer-rem\\npersist-tun\\npersist-key\\n\",\n      \"language\": \"text\",\n      \"name\": \"server.ovpn\"\n    }\n  ]\n}\n[/block]\n\nA princípio não será necessário alterar os endereços IP utilizados, apenas caso haja conflito com uma rede interna. Se for esse o caso:\n\n* Substitua o endereço IP 10.8.0.1 pelo endereço IP a ser utilizado pelo servidor da VPN que está sendo criada.\n* Substitua o endereço IP 10.8.0.2 pelo endereço IP a ser utilizado pelo cliente na rede que está sendo criada.\n\n#### Arquivo de configuração do cliente\n\nCrie um arquivo texto com as informações abaixo:\n[block:code]\n{\n  \"codes\": [\n    {\n      \"code\": \"remote myremote.mydomain\\ndev tun\\nifconfig 10.8.0.2 10.8.0.1\\nsecret secret.key\\n\",\n      \"language\": \"text\",\n      \"name\": \"client.ovpn\"\n    }\n  ]\n}\n[/block]\n\nSubstitua os endereços IP pelos mesmos valores contidos no arquivo de configuração do servidor da VPN, em ordem reversa.\nSubstitua myremote.mydomain pelo endereço IP público do servidor (pode ser cosultado em https://www.whatismyip.com/).\n\n#### Configuração de Firewall\n\nGaranta que:\n\n* A porta UDP de número 1194 esteja aberta no servidor\n* A interface virtual TUN utilizada pelo OpenVPN não esteja bloqueada. No Linux, a interface TUN provavelmente será chamada de tun0)\n\nTenha em mente que 90% dos problemas de novos usuários de OpenVPN estão relacionados com firewall.\n\nInicie a VPN no servidor com o comando:\n\n`openvpn server.ovpn`\n\nPara testar, do lado do cliente inicie a conexão com a VPN recém criada:\n\n`openvpn client.ovpn`\n\nÉ possível rodar os comandos acima em segundo plano com a opção --daemon:\n\n`openvpn server.ovpn --daemon`\n\n#### Windows - opção via interface gráfica\n\nA interface gráfica do OpenVPN no Windows permite utilizar um arquivo de extensão .ovpn como configuração para realizar a conexão. Coloque o arquivo com a chave na mesma pasta que o arquivo de configuração .ovpn, clique com o botão direito e na opção “Start OpenVPN on this config file” para iniciar o servidor ou cliente.\n[block:image]\n{\n  \"images\": [\n    {\n      \"image\": [\n        \"https://files.readme.io/ab2fb81-openvpn.jpeg\",\n        \"openvpn.jpeg\",\n        373,\n        107,\n        \"#e7e8e9\"\n      ]\n    }\n  ]\n}\n[/block]","updates":[],"order":1,"isReference":false,"hidden":false,"sync_unique":"","link_url":"","link_external":false,"_id":"5538fe94fd56310d00b1740f","createdAt":"2015-04-23T14:15:48.062Z","user":"5538fa99545cd90d0011e593","__v":8,"githubsync":"","project":"5538fb24dc5dd00d00e1da91","version":{"version":"1.0","version_clean":"1.0.0","codename":"","is_stable":true,"is_beta":false,"is_hidden":false,"is_deprecated":false,"categories":["5538fb25dc5dd00d00e1da95","5538feec27f8540d0024f00e","5547cbd3d3427d0d00cd6e2d","554a574f0b54d30d007fe0f9","55afbdbef202b12100cd9eeb","5c016f198e69b802d4385e25","5c81470b175ad6002457d9fa","5c81472e74fd5a0063420bae","5c81476b2dd69100430ea5a4"],"_id":"5538fb25dc5dd00d00e1da94","createdAt":"2015-04-23T14:01:09.040Z","project":"5538fb24dc5dd00d00e1da91","__v":9,"releaseDate":"2015-04-23T14:01:09.040Z"},"category":{"sync":{"isSync":false,"url":""},"pages":["5538fb26dc5dd00d00e1da97","5538fe94fd56310d00b1740f","554a5f2f156a480d00e29230","55b0f279b3c7f62b00e5ca83","566b23cbc7c3cd1700265dc1"],"title":"Começando a usar","slug":"começando-a-usar","order":0,"from_sync":false,"reference":false,"_id":"5538fb25dc5dd00d00e1da95","createdAt":"2015-04-23T14:01:09.535Z","version":"5538fb25dc5dd00d00e1da94","project":"5538fb24dc5dd00d00e1da91","__v":5},"parentDoc":null}
Para facilitar a integração da sua aplicação com a Dito, construimos algumas SDKs nas seguintes linguagens: #### Web: * [JavaScript](doc:javascript-sdk) SDK * [Ruby Gem](doc:ruby-gem) SDK * [PHP](doc:php-sdk) SDK #### Mobile: * [iOS](doc:ios-sdk) SDK * [Android](doc:android-sdk) SDK [block:callout] { "type": "warning", "title": "Não encontrou a linguagem que você usa na lista acima?", "body": "Não se preocupe, você ainda pode usar a nossa [Rest API](doc:rest-api)." } [/block] ### Open VPN #### Instale a versão 2 do OpenVPN Download aqui: https://openvpn.net/download-open-vpn Siga o passo a passo de instalação para seu sistema operacional presente no site acima. #### Gerar chave estática Digite o comando abaixo para gerar a chave que será armazenada no arquivo “secret.key”. Essa chave será utilizada tanto pelo cliente quanto pelo servidor para realizar a conexão. [block:code] { "codes": [ { "code": "#linux openvpn --genkey --secret secret.key\n#windows openvpn.exe --genkey --secret secret.key", "language": "shell" } ] } [/block] #### Arquivo de configuração do servidor Salve o arquivo abaixo no seu servidor com o nome `server.ovpn` na mesma pasta onde você colocou o secret.key gerado anteriormente [block:code] { "codes": [ { "code": "dev tun\nifconfig 10.8.0.1 10.8.0.2\nsecret secret.key\ncomp-lzo\n\nkeepalive 10 60\nping-timer-rem\npersist-tun\npersist-key\n", "language": "text", "name": "server.ovpn" } ] } [/block] A princípio não será necessário alterar os endereços IP utilizados, apenas caso haja conflito com uma rede interna. Se for esse o caso: * Substitua o endereço IP 10.8.0.1 pelo endereço IP a ser utilizado pelo servidor da VPN que está sendo criada. * Substitua o endereço IP 10.8.0.2 pelo endereço IP a ser utilizado pelo cliente na rede que está sendo criada. #### Arquivo de configuração do cliente Crie um arquivo texto com as informações abaixo: [block:code] { "codes": [ { "code": "remote myremote.mydomain\ndev tun\nifconfig 10.8.0.2 10.8.0.1\nsecret secret.key\n", "language": "text", "name": "client.ovpn" } ] } [/block] Substitua os endereços IP pelos mesmos valores contidos no arquivo de configuração do servidor da VPN, em ordem reversa. Substitua myremote.mydomain pelo endereço IP público do servidor (pode ser cosultado em https://www.whatismyip.com/). #### Configuração de Firewall Garanta que: * A porta UDP de número 1194 esteja aberta no servidor * A interface virtual TUN utilizada pelo OpenVPN não esteja bloqueada. No Linux, a interface TUN provavelmente será chamada de tun0) Tenha em mente que 90% dos problemas de novos usuários de OpenVPN estão relacionados com firewall. Inicie a VPN no servidor com o comando: `openvpn server.ovpn` Para testar, do lado do cliente inicie a conexão com a VPN recém criada: `openvpn client.ovpn` É possível rodar os comandos acima em segundo plano com a opção --daemon: `openvpn server.ovpn --daemon` #### Windows - opção via interface gráfica A interface gráfica do OpenVPN no Windows permite utilizar um arquivo de extensão .ovpn como configuração para realizar a conexão. Coloque o arquivo com a chave na mesma pasta que o arquivo de configuração .ovpn, clique com o botão direito e na opção “Start OpenVPN on this config file” para iniciar o servidor ou cliente. [block:image] { "images": [ { "image": [ "https://files.readme.io/ab2fb81-openvpn.jpeg", "openvpn.jpeg", 373, 107, "#e7e8e9" ] } ] } [/block]